1 de abr de 2011

Se você conhece

Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas...

Um comentário:

  1. Rininha...

    E quem se conhece?
    Se digo: "Eu me conheço", estarei me limitando a conceitos a respeito de mim mesma, negando minha mutabilidade e a diversidade de ações e reações.

    E quem conhecemos?
    Se mal nos conhecemos, como podemos conhecer alguém, na íntegra?

    Não seria então uma ilusão?

    Se digo: "Conheço você", estarei também te limitando ao pouco que conheço, oportunizando(certamente), em algum momento de nossa convivência, uma decepção.

    Somos mutáveis, maleáveis, dinâmicos, somos tantos em um só ser que fica difícil até nos traduzirmos.

    Se for assim, como cita o ditado, estamos fadados às derrotas sem fim...

    Me nego a aceitar uma "derrota", até porque considero que, em qualquer "batalha", conhecendo-nos ou aos outros (ou não), há perdas, ganhos, danos e benefícios.

    Lutamos diariamente com o conhecido e o desconhecido. O segredo é "lutar com as armas certas", que em meu entender são: firmeza de caráter e valores morais. Estas armas não só nos dão segurança em nossos atos mas também nos confortam quando algo "dá errado". São elas que nos tornam, não vencedores, mas íntegros.

    Um grande abraço

    Cerri

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...