6 de set de 2011

Minhas horas...by Dany



A luz e a sombra estão em mim, preste atenção aos ponteiros do relógio, às estações do ano e nas fases da lua. Saberás quando serei minha e quando serei tua. Saberás quão forte brilha meu sol e sorriso, terás o calor, o corpo e o amor na medida em que abrires teus olhos ao sutil.
"O essencial é invisível aos olhos"... Os detalhes sempre passam despercebidos e são eles que no fundo contam, são eles que derrubam ou levantam. O ponteiro na hora certa faz trepidar meu relógio, me faz despertar ecoando o canto das sereias e te conduzir a lugares nunca antes revelados. Meu corpo é um relógio, uma bomba, uma rosa.
A sedução e o mistério te atraem, sei que primeiramente vens pelo meu brilho e pelo meu desenho de fêmea, mas não sabes que sou alma antiga, alma guerreira, alma ferida. Tenho meus medos, fraquezas e fúrias... São tantas as minhas ruas e todas elas se encontram. Por quais queres andar, que horas, que lua, que mulher vais querer?
Acharás o caminho da cura, do prazer, da liberdade, mas todos eles te guiarão à perdição. Não voltarás, não quererás voltar... E, se regressar ao teu mundo, não serás mais o mesmo: não desejarás pouco, minutos não serão suficientes, desenhos, curvas e brilhos serão ilusórios. Buscarás uma mulher para todas as horas, para todos os caminhos e prazeres, para teus risos e lágrimas, para teu corpo, sexo, mundo...

E, segundamente, virás... Não pela magia cintilante e curvilínea, mas pela essência antiga e pontual de uma mulher para todas as tuas horas .
Carolina Salcides

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...