1 de out de 2011

"A necessidade é mãe da criatividade" By Dany

Uma coruja estava com tanta sede que mal tinha forças para voar. Como por milagre, encontrou um jarro de água fresca. Do alto, o jarro parecia estar cheio. Porém ao se aproximar, a coruja percebeu que a água estava quase no fim.


Como seu bico era curto demais, não conseguiria alcançar aquele nível e matar sua sede. A coruja ficou desesperada. Pensou até em tombar o jarro para que a água escorresse para fora, mas era tão pouca que ela ficou com medo de desperdiçá-la.

Então, teve uma idéia: reuniu o pouco de força que lhe restava e recolheu várias pedras que estavam por perto, colocando-as através da boca do jarro, uma a uma. Os bichos que assistiam à cena começaram a achar que a sede já tinha deixado a coruja maluca.

Contudo, quanto mais pedras colocava lá dentro, mais o nível da água subia, até chegar à boca do jarro. Aí, então, a coruja pôde, finalmente, matar sua sede.

Moral da História: 

Quando estiver passando por uma grande necessidade, não se desespere. Lembre-se de que a necessidade é mãe da criatividade.


Desconheço a autoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...