29 de mai de 2012

Crianças: Como Educar Hoje ?


criança brincando com livroEducar hoje é diferente
O ambiente e a situação sócio-econômica fazem com que as circunstâncias educativas de hoje não tenham precedentes.


Temos de saber responder, entre muitas outras perguntas, as seguintes:
- O que queremos conseguir com os nossos alunos ?
- Quais conhecimentos, capacidades e virtudes queremos que eles adquiram e desenvolvam ?
- O que poderemos melhorar nestes alunos e como ajudá-los ?

Formação Humana

A formação humana se dá por duas influências:
- Transmissão genética
- Aprendizagem pelo ambiente exterior (adestrar, instruir e educar)

Os conhecimentos que são transmitidos geneticamente são conhecidos como Instintos Guia. Eles ordenam as ações primárias (respirar, mamar, chorar) de todos os seres vivos e permitem o desenvolvimento dos conhecimentos adquiridos, constituindo assim a base do ser humano.

A formação do ser humano se dá por três partes: a Matéria, a Inteligência e a Vontade.

Nível
Pessoa
Formar
Tendência Natural
Ação
1
Matéria
Adestrar
Satisfazer os sentidos
Praticar
2
Inteligência
Instruir
Buscar a verdade
Aprender
3
Vontade
Educar
Fazer o bem
Querer ser

OS INSTINTOS GUIA SÃO
OS CONHECIMENTOS INATOS 
QUE TODAS AS PESSOAS POSSUEM.


PERÍODOS SENSITIVOS

Tanto no crescimento como no amadurecimento de uma pessoa há uma série de momentos (chamados períodos sensitivos) nos quais a maturação cerebral e pessoal facilita a rápida aquisição de certas aprendizagens.

Períodos - correspondem a uma determinada etapa.
Sensitivos - porque são independentes da vontade.

Os períodos sensitivos correspondem, por um lado, a procriação e por outro à formação.

Procriação - são repetitivos durante o tempo de fertilidade do ser vivo.
Formação - ocorrem de uma só vez e desaparecem ao chegar na idade adulta.

Pessoas - Somos seres:
racionais
únicos
transcendentais
possuímos vontade
livres e responsáveis à liberdade responsável

Liberdade responsável: só se é livre quando se pode escolher. Quanto melhor nossas escolhas, melhor o uso de nossa liberdade. Responder bem (responsabilidade) aos nossos deveres perante Deus, ao próximo e a si próprios é o que caracteriza a liberdade responsável.

Período sensitivo: cada etapa se torna mais fácil aprender algo; uma habilidade porque baseia-se na força de vontade e no trabalho.

Durante os períodos sensitivos as células cerebrais se acomodam a uma determinada ação, que dão por aprendida de uma maneira natural. Por outro lado são capazes de repetir a ação mencionada de forma também natural e sem esforço, durante o resto de sua vida, sempre que funcione o mecanismo da memória.

PROCESSO DE APRENDIZAGEM HUMANA

Percebe um MODELO      ---------------------------------   Agente externo

+ saber IMITAR                ----------------------------------- Instinto Guia

Tem vontade de REPETIR ----------------------------------   Período Sensitivo

Resultado: APRENDE 

Quando se aprende algo fora do Período Sensitivo as células cerebrais se encontram com uma certa rigidez dificultando a aprendizagem necessitando assim, utilizar-se de sua vontade e esforço para o aprendizado.

OS INSTINTOS GUIA SÃO OS CONHECIMENTOS INATOS QUE TODAS AS PESSOAS POSSUEM.

Para entendermos melhor a ligação de Instintos Guia e Períodos Sensitivos podemos dizer, por exemplo, que a capacidade de IMITAR constitui um Instinto Guia e a ânsia de repetir as coisas é um Período Sensitivo.

ADQUIRINDO HÁBITOS

Os hábitos bons são a base das virtudes e podem começar a ser vividos desde o nascimento.

A palavra valor não é sinônimo de virtude, porque:

Valor - Ajuda as pessoas a praticarem o bem

Virtude - É um hábito operativo bom, feito com liberdade (conhecido e querido pela
própria pessoa.

Para adquirir um hábito a pessoa necessita de:

ESFORÇO E REPETIÇÃO - TER VONTADE SEM COAÇÃO - DE FORMA CONSCIENTE (LIVRE) - PRECISA “QUERER”

Todo ato repetido gera um circuito cerebral que facilita agir daquela maneira.

ATOS LIVRES:

São atos conscientes e queridos pela pessoa que os faz.

Ato bom: aperfeiçoa a pessoa que o faz.
Ato mau: faz mais imperfeita a pessoa que o faz.

Com LIBERDADE - ter a capacidade de decidir-se, para dirigir a própria vida e ser “dono dos meus atos”.

FAZENDO O BEM A PESSOA TORNA-SE MAIS LIVRE, GANHA-SE EM LIBERDADE

O primeiro passo para educar em virtudes é ajudar os filhos a adquirirem hábitos bons desde pequenos.

VIRTUDES HUMANAS

A família é a primeira escola de valores, é onde os filhos crescem motivados pelo amor porque são amados pelo que são. Na família é que se dá a formação da pessoa e o desenvolvimento da personalidade.

Os valores são adquiridos pelas vivências comuns, sendo importante os fatos e exemplos, mais do que as palavras.

É importante destacar que os pais, para formar seus filhos no desenvolvimento das virtudes humanas, precisam aproveitar os acontecimentos cotidianos da vida familiar promovendo os valores que querem que se vivam no lar.

Tendo em conta que cada família é diferente, e que cada filho e cada pai requer uma atenção diferente, vamos considerar com brevidade, um esquema de virtudes por idade, tendo em conta os traços estruturais das idades e a natureza das virtudes.

ATÉ OS 6 ANOS:

Antes da criança completar 7 anos ela possui apenas o uso da razão, sua aprendizagem realiza-se pela imitação e repetição, é fundamental o bom exemplo dos pais e educadores.

Devemos animá-los, a cumprir por amor, para ajudar seus pais e professores, e assim começar os primeiros passos com relação às virtudes da obediência, sinceridade e ordem.

Obediência:

Para que ocorra a obediência é necessário que a informação seja:
- Clara - a criança deve saber o que se espera dela
- No momento oportuno - não em momentos de irritação ou aborrecimentos
- Apoiada - com uma exigência serena, perseverante, amorosa e alegre
- Reconhecer seus esforços depois - terão mais interesse em obedecer

Uma aliada da obediência é a autoridade que quando exercitada ajuda na atuação ordenada. Quando pais e professores exigem algo, é necessário que se esforcem por exigir o cumprimento de tudo o que mandam e não retrocederem até que a criança tenha-o feito.

Quando existe o hábito da obediência, o exercício da autoridade se simplifica. Obedecer é uma necessidade de convivência – que isso fique claro aos filhos (pais obedecem leis, seus superiores, as regras sociais, etc.). Pessoas que obedecem livremente e porque querem, são mais livres e responsáveis.

AUTORIDADE E OBEDIÊNCIA REQUEREM UM CLIMA DE CONFIANÇA

Ordem:

A ordem é uma virtude que está na base de todas as demais virtudes humanas e lhes servem de apoio. Proporciona confiança, segurança e evita contratempos.
Saber organizar-se é algo que se aprende desde pequeno:

Regularidade nos horários de:
- sono
- alimentação
- higiene
- passeio
- organizar suas roupas
- guardar os brinquedos quando terminar de brincar

É importante lembrar que os pais e professores devem ser muito pacientes e perseverantes, sendo modelos de conduta ordenada (ordenar livros na biblioteca, ordenar e limpar a casa, ajudar os pais na arrumação da casa – armários, roupas, etc.)

CUIDADO: COM A MESMA FACILIDADE QUE IMITAM A ORDEM, IMITAM A DESORDEM

Sinceridade:

Desde pequenos, as crianças já distinguem entre verdade e mentira. Sabem que a mentira é algo que não deve ser feito e o motivo para que sejam sinceros é o fato de que seus pais e professores os amam e estarão sempre dispostos a corrigirem seus erros.

Com o uso da razão, começam a entender a importância da sinceridade e seu valor moral, que “é bom dizer a verdade”, esforçando-se para vivê-la mesmo que algumas vezes seja custoso.

Para desenvolver o hábito da sinceridade deve-se estimular as crianças para que contem coisas de sua vida diária. Se não há comunicação, não há como orientá-los.
O exemplo, dos pais e professores, é de fundamental importância pois a criança possui uma enorme facilidade de captar a sinceridade que seus pais e educadores demonstram.

A educação da sinceridade deve ter um enfoque positivo, além de descobrir e castigar possíveis mentiras, deve-se insistir no valor da sinceridade como algo próprio de crianças valentes e de elogiar os atos concretos de sinceridade.

Como trabalhar a sinceridade com as crianças:

- Pedir perdão quando se incomodou a alguém e compensar-lhe;
- Evitar os apelidos e os gestos que ferem;
- Evitar o ridículo aos demais;
- Falar confiadamente com seus pais e professores de suas preocupações;
- Não mentir nos jogos e não trapacear;
- Não acusar os colegas ou irmãos;
- Avisar-lhes para que possam retificar;
- Não falar mal do irmãos e colegas;
- Admitir o próprio erro ou equívoco sem ficar inventando desculpas.

DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA

O desenvolvimento intelectual das crianças não depende apenas da genética, mas também depende do grau de estimulação que recebeu durante seus primeiros anos.
No útero, o cérebro registra o que percebe no meio fluído no qual se encontra: vai arquivando impressões auditivas, gustativas, luminosas e cinestésicas (emoções da mãe, palavras ternas, batidas do coração da mãe, música suave, etc.)

O funcionamento do cérebro determina sua estrutura e quanto mais o façamos funcionar, mais e melhor ele se estruturará. O cérebro de uma criança cresce tanto quanto mais oportunidades lhe damos.

QUANTO MAIS E MELHOR AMADUREÇA E SE ORGANIZE UM CÉREBRO,
MAIOR SERÁ SUA CAPACIDADE PARA APRENDER

Ao falarmos de estimulação do sistema nervoso central, nos referimos à estimulação de cada um dos cinco sentidos: visão, audição, paladar, olfato e tato.

Uma criança que recebe no útero durante os primeiros meses, e depois até os sete anos, a estimulação adequada, fará com que em seu córtex cerebral se crie uns circuitos neurais que serão as bases, previamente estabelecidas durante estes primeiros anos, para aprender no futuro.

Nos seis primeiros anos de vida a criança imita constantemente aquilo que a rodeia; daí a necessidade de que os entornos familiar, escolar e social sejam ricos em estímulos e que os educadores – os pais (os primeiros) e professores – se conscientizem da conveniência de mostrar o mais claramente possível o que desejam que a criança aprenda.

Oferecer numerosas ocasiões para que a criança desenvolva ao máximo seus sentidos facilitam e enriquecem o desenvolvimento e a configuração do cérebro.

OS BITS DE INTELIGÊNCIA

Um bit seria uma mensagem esquemática e elementar (um desenho, por exemplo) que apresentamos à criança para que ela capte. Para Doman – autor de vários livros sobre o tema de desenvolvimento do bebê – um bit de inteligência é um bit de informação – um fato.

Os fatos são a base de inteligência, na qual devemos potencializá-la para novas aprendizagens.

Um bit deve conter um controle de qualidade:
- Ter detalhes preciosos
- Conter só um elemento
- Estar bem definido
- Ser novo
- Ser grande
- Ser claro
- Seguindo regras básicas

Para que servem os bits de inteligência ?

Para dar à criança a máxima informação que possa receber com o mínimo esforço por sua parte: olhar e prestar atenção. Posteriormente, ela construirá sua aprendizagem mediante associação e raciocínio. Além disso, desenvolvem a observação, o vocabulário, a audição, o interesse por novos fatos.

Fatos:

• São a base sobre a qual a inteligência é construída
• Sem fatos não existe inteligência
• Fatos individuais são pedaços de inteligência
• O primeiro requisito para que exista inteligência é a habilidade de receber fatos
• O segundo requisito para que exista inteligência e a habilidade para armazenar fatos
• O terceiro requisito para inteligência é habilidade de recorrer a fatos armazenados para utilizá-los como conhecimentos úteis
• O quarto requisito para inteligência é habilidade de usar fatos, conhecimentos, e leis para solucionar com sucesso problemas de importância crescente
• O quinto requerimento para inteligência é a habilidade de combinar e permutar fatos e conhecimentos para descobrir novos fatos e leis
• O primeiro passo para multiplicar a inteligência de seu bebê é alimentá-lo com um número enorme de fatos simples
• O segundo passo para multiplicar a inteligência de seu bebê é apresentar os fatos com uma freqüência que assegure seu armazenamento permanente
• O terceiro passo para multiplicar a inteligência de seu bebe é prover oportunidades freqüentes para recorrer a estes fatos para propósitos úteis
• O quarto passo para multiplicar a inteligência de seu bebê é apresentar-lhes oportunidades crescentes de resolver problemas de importância crescente
• O quinto passo para multiplicar a inteligência de seu bebê é apresentar-lhe um conjunto de fatos relacionados com os quais ele possa combinar e permutar em um número enorme de maneiras úteis

OBS.: Para maiores detalhes ler: “Como multiplicar a inteligência do seu bebê” – Glenn Doman (Editora Best Seller).


A PARTICIPAÇÃO DOS PAIS NO COLÉGIO

Os pais precisam receber informações freqüentemente sobre o conteúdo e objetivos das atividades que as crianças realizam dentro da instituição educacional em que se encontra.

Precisam também saber do desenvolvimento do processo educativo da criança em cada momento, os êxitos que vão alcançando e as dificuldades com que se deparam, de tal modo que possam oferecer devidamente a sua colaboração a esses estímulos educativos, reforçando assim na família o trabalho educativo.

O colégio precisa incentivar os pais para que dediquem o melhor de seu tempo aos filhos. Os pais necessitam que lhe dêem esperança e segurança de que são capazes de educar muito bem os seus filhos e uma ampla gama de sugestões práticas de procedimentos educativos na sua família.

Os pais que são os primeiros educadores necessitam continuar a educar-se, pois, só na medida que o façam, serão capazes de educar bem os seus filhos. Precisam colocar em prática na vida familiar alguns critérios educativos básicos coincidentes com os do colégio, porque de outra forma a incoerência entre estes dois âmbitos naturais da educação prejudicaria a nossos filhos. Por esta razão, uma boa instituição educativa deve facilitar, nos aspectos profissional e humano, os meios oportunos para que os pais aprofundem o sentido vocacional do casal e da educação dos filhos, ajudando-os a serem coerentes com os princípios educativos que os levaram a escolher esse colégio.

O colégio é um local de convivência, de alegria e participação. Convivência porque estimula a pensar nos demais e a ajudar aos demais. A alegria se dá em realizar o trabalho bem feito, tendo a retificação por fazê-lo, com elogios como forma de motivação.

Os professores devem oferecer numerosas possibilidades de aprender mediante ricos e variados estímulos, promovendo a participação do aluno (fazendo com que ele queira participar) num ambiente de aprendizagem.

A aprendizagem deve se realizar com disciplina, deixando claro para o aluno o motivo e objetivo de cada tarefa proposta, ressaltando que todo o trabalho que ele realiza ajuda-o a ser melhor como pessoa

O COLÉGIO DEVE SE PREOCUPAR COM A FORMAÇÃO DOS PAIS

FORMAÇÃO DOS PAIS

Se educar é uma arte e uma ciência, devem portanto ter um suporte de conhecimentos. Com novas pedagogias surgindo, apresentamos novos conhecimentos que ajudam de forma mais fácil a tarefa de educar:

- Períodos Sensitivos
- Instintos Guias
- Estimulação Precoce
- A motivação da vontade
- A Educação Preventiva
- A qualidade total aplicada à educação
- Como educar em futuro, etc.
- Escola de famílias

Ajudar a família a promover a formação educativa para os filhos requer uma orientação familiar, através de reuniões de casais, propondo planos concretos de atuação, revendo esses planos constantemente com acompanhamento contínuo para atingir os resultados esperados.

REGRAS BÁSICAS PARA AJUDAR A VIVERMOS MELHOR

1) Fazer aos demais o que gostaríamos que fizessem para nós

2) Cuidar dos detalhes, das pequenas coisas – “Poderemos vencer grandes desafios se quisermos vencer os pequenos”.

SUGESTÕES DE ENCARGOS


Anos
Desde essa idade, podem se responsabilizar por...
1 – 2
  1. Levar sua fralda ao cesto de lixo
  2. Colocar no lugar seus brinquedos, seus sapatos...
  3. Colocar a chupeta na boca do irmão...
2 – 3
  1. Colocar ocasionalmente algumas coisas na mesa: tirar os guardanapos ou coisas pequenas
  2. Ajudar em tarefas concretas, como: regar plantas e jardim, acompanhar a coleta de lixo...
  3. Guardar seus brinquedos
3 – 5
  1. Dispor sistematicamente coisas fáceis na mesa
  2. Ser o responsável de ajudar e em alguns casos colocar a mesa
  3. Cuidar de alguma coisas: flores, animais... (com lembretes e supervisão).
  4. Ajudar a arrumar sua cama
  5. Arrumar seus brinquedos
5 – 7
  1. Ajudar na limpeza
  2. Cuidar de algum animal
  3. Tarefas domésticas simples: ordenar as cadeiras, varrer, tirar a mesa, recolher o lixo...
  4. Colocar a roupa suja no cesto de roupas.
  5. Vestir-se e banhar-se sozinho
  6. Atender ao telefone e a porta
  7. Ajudar a cuidar das plantas do jardim, vasos...
  8. Lavar o quintal, carro...
  9. Arrumar sua cama e quarto
  10. Guardar seus brinquedos
  11. Manter seu material escolar organizado
  12. Passar o aspirador
  13. Ajudar a cuidar de um irmão mais novo
  14. Apagar as luzes quando necessário

ENCARGOS ESCOLARES


Apagar a lousa
Guardar o giz
Organizar a sala (limpeza)
Manter as carteiras alinhadas
Desligar luzes e ventilador ao sair
Ajudar a organizar a fila
Ajudar o colega que apresenta dificuldades
Auxiliar a professora
Manter seu material organizado em cima da carteira

Fonte: IDE - Instituto de Desenvolvimento da Educação

12 comentários:

  1. Cigano meu querido!
    Eu adorei seu post, educar não é nada fácil.
    Estas crianças de hoje estão cada vez mais espertas, quando a gente acha que esta no controle eles vem com cada pergunta de tirar o sono rsrssrs.
    Muito interessante seu post meu querido.
    Bjssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas crianças de hoje... Você fala como se fosse adulta... Mandei este post para sua mãe, Menina... O que você está fazendo fora da cama???

      Meu Amor, realmente as crianças suplantaram nossos entendimentos sobre o mundo, pois o nível de informação deles é muito maior que o nosso, sem dúvida... Além da clareza e lógica com a qual lidam com as situações. Mas, apesar das dificuldades, não deixa de ser fascinante encarar estes baixinhos e perceber que, se não nos aperfeiçoarmos, seremos nós que cumpriremos ordens, não é verdade?

      Obrigado por sua linda e encantadora presença, Linda Loura!

      Beijos em seu coração!

      Excluir
  2. Muito bom!
    Indicado, compartilhado e espalhado. rsrsrs
    Parabéns pelo excelente texto.
    Esclarecedor e orientador.
    Beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha Menina, sempre tão presente e iluminada...

      Olá, Anjo! Que bom saber que também compartilha das mesmas ideias, pois com isso, têm-se maior certeza de que outros tantos estarão sendo bem encaminhados, já que você é importante no caminho de muitos...

      Um beijo em seu coração, Querida Beth!!!

      Excluir
  3. Ai ai...tou vendo que essas regras não foram aplicadas na minha educação... por isso que sou tão mal educada...rsss
    Muito bom este artigo, sobretudo porque não fica só na teoria, apresenta sugestões práticas.
    Cigano, discordo do item 6 na faixa etária 5-7.
    "Atender ao telefone"... mas sobretudo "atender à porta" pelo menos aqui não pode. É o que mais nos recomendam, nunca abrir a porta, mesmo eu ainda não estou autorizada a abrir a porta a um estranho quando estou sozinha em casa e pessoas idosas também não o devem fazer pois há imensos malfeitores que usam de estratégias para entrarem nas casas e roubar ou fazer coisa pior.
    Parabéns, gostei muito de seu artigo, querido amigo.
    Beijinhos no coração
    Moçoila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, como é delicioso encontrar seus comentários...

      Quando te inventaram, ainda não haviam falhas no ser humano!

      Minha Criança, se você é mal-educada, imagino então que eu mereça ser decapitado...

      Até acho coerente sua negativa ao item 6, mas, se olharmos pelo prisma do politicamente correto ou em questões de segurança, várias opções deveriam ser descartadas, já que a "honra" dos criminosos acabou, ultrapassando todas as barreiras do que era um tratado abstrato de "fronteiras" para o crime.

      Aqui, por exemplo, nem nos preocupamos em atender à porta, pois eles acessam nossas casas através de companhias terceirizadas ou de vizinhos coniventes. E depois do governo do PT, rezamos para que sejam apenas ladrões comuns a invadir nossas casas, porque a grande corja de colarinhos brancos e os 99,9% de políticos que são corruptos na atualidade nos roubam até a alma... E depois ainda intimidam o Judiciário, para que tudo fique como está...

      Beijos e mais beijos, sempre tão adorada Sobrinha!!!

      Excluir
    2. Delicioso é tê-lo por amigo, querido Cigano.
      Eu já desconfiava disso, de que não tenho falhas, mas agora fico com a certeza ahahahahah!
      Se vamos falar de gatunos engravatados pode ter a certeza que aqui não são melhores que aí, e os do governo, esses já nos tiraram tudo. Mas nem quero falar desse assunto.
      Falo do vigarista e do ladrão comum e daqueles que raptam crianças ou jovens.
      Portugal está a saque, pode crer que isto é verdade. Tanto ourives que é assaltado ou morto... Passam rápido as fronteiras, que são livres e as peças roubadas aparecem à venda nos países de leste por preços irrisórios ainda com as etiquetas anteriores.

      Adoro esta foto que você pôs aqui no fundo do blog, esta bailarina: tem muito movimento e a cor quente em contraste com o fundo neutro e esbatido, dá uma grande profundidade à paisagem kkkkk Já sei o que está a pensar rsrss
      Beijinhos no coração, querido Tio Sukita kkkk

      Excluir
    3. Mas como já sabe o que estou a pensar, Sobrinha Sapeca? Sou tão transparente assim??

      Ou você se apossou de minha bola de cristal?

      Minha Criança, imagino que aí esteja realmente ruim como aqui, afinal, somos crias dos portugueses e o sangue é o mesmo... A diferença é que aí, existe um cerco de países pseudo-adiantados que querem manter as aparências e, por isso, sempre se procura refrear os ânimos...

      Aqui, além de nossas dimensões continentais, somos cercados por países mal geridos, como o nosso e que acreditam que bandalheira, falta de cultura, de educação e o próprio desafio às leis seja algo aceitável, principalmente quando temos esquerdistas (o que quer dizer isso, hoje em dia?) no poder, que se intitulam populares, quando são populistas...

      Aqui, são criadas as leis para alguns se beneficiarem com seus atos criminosos, ao contrário do que reza o justo e o bom-senso, de que todos gozarão dos mesmos direitos e deveres...

      Beijos, minha Gatinha vidente!

      Excluir
  4. Olá Meu querido amigo,

    Como esta você? saudades tuas, :)

    Acredito que o educar , simplesmente educar não é uma tarefa nada fácil, pois exige de nós adulto nos reeducar mos, nossos hábitos, nossos valores, conhecimentos, virtudes o adestramento humano e afins aos quais nos farão grandes instrutores. A educação exige de nós uma bagagem de valores,e hábitos que serão postos em prática aos pequeninos que nos for confiado tais responsabilidade . Os pais e os profissionais da educação tem sob suas mãos os grandes sábios do futuro e por eles será instruído, em todas as áreas, lembrando que uma criança ja nasce com uma inteligência que nos surpreende . Concordo que os pais devem ter maiores particpações nas escolar, acompanhar mais de perto, com maior interesse e como bem dito no texto os professores incentivá los a dedicar se mais ao filhos.E reafirmo suas palavras "Cuidar dos detalhes, das pequenas coisas – “Poderemos vencer grandes desafios se quisermos vencer os pequenos”.

    Beijos em seu coração e que bom te ver...:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, minha Deusa Morena... Nem imagina como também estou com saudade...

      É tão bom vê-la e aos seus textos tão envolventes...

      Não pense que a esqueci, Anjo; apenas está quase impossível arrumar tempo para me manifestar. Prometo que no futuro me redimirei, porém sempre tenha a certeza de que não esqueço, por um momento sequer, o quanto você é especial e maravilhosa.

      Obrigado pelo ótimo comentário e siga sempre assim: Linda, feliz, apaixonada e talentosa!!!

      Beijos em seu coração, Ciça!

      Excluir
  5. Cigano, olá!

    Foi muito bom para mim ler este texto.
    A minha filha está passando por alguns problemas, a leitura me fez compreender mais, só que não sei como obter a solução pq não depende somente de minha atitude.

    Voltarei para reler, visto que salvei o link. Faço isso quando sei que o conteúdo vai se desdobrar ao voltar a atenção a ele.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, meu Anjo;

      Fico extremamente feliz que o texto tenha tal valia para você, Sissy.

      Sei a dificuldade que deve enfrentar por querer criar soluções que não estão atadas apenas às suas decisões... Mas não esqueça que, após passar tantas intempéries e injustiças como você já passou, algumas provações apenas vem corroborar toda a capacidade humana e espiritual que você possui, minha Amiga.

      E não esqueça que nos momentos difíceis, não estará sozinha... Sempre há com quem contar!

      Desejo-lhe toda a sorte do mundo, meu Bem e você sabe que aqui tem um amigo, mesmo um pouco sumido, mas que sempre está por perto, se precisar...

      Beijos em seu coração!

      Excluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...