31 de mai de 2012

SÓ QUERO... by Cleide Canton


SÓ QUERO
Cleide Canton

Só quero ver o riso em tua fala
e festa de ternura em teu olhar,
pois se hoje tua voz já não se cala,
também não há tristeza em teu cantar.
Só quero ver o mar como me pintas
e o vôo das gaivotas sem destino.
As cores que misturas nessas tintas
revelam os teus sonhos de menino.
Só quero o contágio dos encantos
que dizes quando bordas teus escritos,
em versos de amor (segredos tantos)
que dobram-se ao  cismar dos  eruditos.
Só quero o teu abraço carinhoso
nas rimas que bem usas, mensageiro,
meandros de um trabalho primoroso
que veste de prazer o mundo inteiro.
So quero ter ouvidos aprendizes
a tudo que me ofertas, sem senão.
Beber da mesma seiva, nas raízes
que sugam as riquezas do teu chão.
Só quero...
Um pouco mais, talvez!




"Jamais modifiquem os meus trabalhos 
que faço para vocês com tanto carinho."

Formatação: Leonardo Creations
Belo Horizonte - MG


2 comentários:

  1. Oi Cigano,

    Quem escreve versos de amor nem precisa vestir de prazer o mundo inteiro, creio que basta-lhes que seus versos deem alegria e prazer a apenas um coração, um único e importante coração, e já será recompensa suficiente.

    Os poemas da Cleide Canton são realmente lindos, obrigada por nos apresentá-los.

    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ninguém melhor que você para saber disso, não é, minha Amada?

      Já que escreve com todo seu ser; corpo e alma, fascinando a todos nós a cada vez que se manifesta .

      A Cleide é um lindo presente que todos nós recebemos em nossos corações e em nossas vidas, assim como você que enche de luz por onde passa...

      Sinta-se beijada em toda a plenitude, minha Van!

      Excluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...