14 de jun de 2012

Triste olhar...by Dany


É impossível segurar as lágrimas

que nascem do fundo de minha alma



Elas vão se aflorando igual às águas

que brotam de uma fonte

e sem piedade molham o meu rosto



Nesta hora é minha alma gritando

porque na dor está se afogando!



Denunciam o meu pesar, a falta de um amor;

uma vida de solidão



Sentimentos contidos que vão surgindo,


que descem na minha face e salgam os meus lábios




Mais tarde no espelho,

eu olho o meu olhar vermelho, tão frio e seco



São só aparências...



Atrás desta vermelhidão

vão surgindo novas águas


 que no momento parecem calmas

Porém eu não sei até quando eu vou conseguir 


esconder este meu novo pranto


Eu bem sei que as lágrimas estão guardadas em mim


E apesar deste meu triste olhar,

eu vou caminhando... 


E mesmo contudo eu vou indo...

 Sorrindo, fingindo...



Janete Sales(Dany) 




2 comentários:

  1. Querida Janete,

    As lágrimas, lavam muita coisa, aliviam-nos porém depois deste alívio é hora de buscar a alegria, de nos fazer felizes, seja como e de que forma for.

    Em você só consigo imaginar os sorrisos.

    Delícia ouvir A-HA!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá Van!

    Que ótimo que você vê em mim só sorrisos!

    Amiga é verdade eu sou uma pessoa sorridente, até brava eu fico sorrindo..."Risos"

    O A-Ha tem uma bela voz e a letra desta música é triste e ao mesmo tempo, também é muito linda!

    Querida uma ótima noite para você!

    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...