10 de jul de 2012

Viver é se arriscar...by Dany


 A minha vida é como uma estrada
Alguns caminhos que eu trilhei,
 não me levaram a nada
Outros deram numa viela sem saída
Foram as horas que eu fiquei estagnada na vida



Alguns caminhos me levaram a ruas de felicidade
Neles eu tive a alegria estampada no rosto
Outros atalhos me levaram a becos repletos de maldade
Deles eu fugi, para não viver uma vida de desgosto



No Horizonte eu ainda vejo uma estrada
Qual direção eu seguirei nesta minha longa jornada?
Eu gostaria de saber qual rua eu devo entrar para ser feliz
Eu já perguntei para tanta gente, só que ninguém me diz!


De frente a minha janela passam jovens e pessoas de idade
Eles não souberam me informar, 
onde fica a rua da eterna felicidade
Será um caminho impossível de se achar? 
Uma estrada que eu nunca irei trilhar?


Outro dia caminhando eu encontrei a rua do amor
Só que nela também havia a palavra dor
Depois encontrei o caminho da vitória
Este sim eu guardei na minha memória!

São só aparências, 
finalmente eu cheguei a uma conclusão
O rumo que parece ser o ideal para eu seguir 
pode ser de desilusão
E as ruas que são solitárias e escuras, 
nas noites de verão a lua sempre vem iluminar
A estrada está a minha frente e lá vou eu, 
pois VIVER É SE ARRISCAR!

Janete Sales (Dany)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...