15 de set de 2012

Poeminha... by Van






Põe-minha vida em versos
Descortinando meus quereres
Põe-minha vida em estrofes
Revelando-me...
Revelando-te...
Dividindo entre nós dois
Compartilhando com todos
Põe em palavras os encantos

Tão grande me faz sentir
Que faz brotar escrita:
Talvez o faça se alegrar
Talvez tu queiras não aceitar
Aquilo que é maior do que
As coisas que posso controlar
Talvez eu não possa deixar de te amar
Por isto faço poeminha
Desta minha vida tão pequenininha!






Van


10 comentários:

  1. "E no teu poetar eu me vi,
    me encontrei, pois tambem,
    minha vida pequenina eu
    sempre achei ter..."
    Lindinho e fofo!
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi Simone

    Que bom você ter se encontrado, se identificado.

    O sentir é grande, a vida tão pequeninha, a escrita não passa de poeminha.

    Abraços com carinho

    ResponderExcluir
  3. Boa noite Van!

    Você como sempre encantando os nossos corações,
    lindo poema...um encanto!
    E Secret Garden é tudo de bom,
    bela escolha amiga!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Janete querida

      Que bom te-la aqui, parceira/amiga!

      Que falta você faz! Que saudade senti da sua presença e dos seus posts.

      Espero que estejas feliz!

      Beijo, amiga querida do coração!

      Excluir
  4. Lindo, Van! A vida parece mesmo pequena quando os sentimentos são tão intensos. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia

      No fundo somos muito pequenos, grande são os sentimentos que nos conduzem.

      Um abraço carinhoso, querida!

      Excluir
  5. Van querida! Tuas palavras encantam! Teu "Poeminha" é um grande poema! De alma, emoção, amor e carinho! Adorei! Ainda bem que eu vim conferir....
    Hoje tem post novo!
    Um início de semana iluminado!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elaine

      O que não falta em minhas escritas é isto que você cita. Ainda bem que você veio, fico feliz com a sua presença.

      Vou conferir sua postagem nova assim que possível.

      Beijos

      Excluir
  6. Em tudo podeis.Óh Magnífica Van!!!
    Em tudo celebrais.com a força da vossa intensidade
    o tempo é apenas circunstancial,o mestre ourives que nos lapidam para a eterna magia do amor!!!!!
    abraços fortes

    ResponderExcluir
  7. Ah, que alegria ter novamente por aqui o querido Tutankamon!

    Senti saudades!

    O tempo tal qual o concebemos não existe, habitamos simultaneamente vários tempos, neles sempre a magia do amor.

    Abraços muito fortes!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...