22 de mai de 2013

No 24 e 25 do mês de maio comemora-se o poder de Santa Sara Kali, a padroeira dos ciganos. By Janete Sales Dany


Tu que és a única Santa Cigana do Mundo.
Tu que sofrestes todas as formas de humilhação e preconceitos.
Tu que fostes amedrontada e jogada ao mar,
para que morresses de sede e de fome.
Tu sabes o que é o medo, a fome, a mágoa e a dor no coração;
não permita que meus inimigos zombem de mim ou me maltratem.
Ó Santa Sara atenda meu pedido .
Que Tu sejas minha advogada perante Deus.
Que Tu me concedas sorte, saúde e que abençoe a minha vida. AMÉM.

Santa Sarah, pelas forças das águas,
Santa Sarah, com seus mistérios,
Possa estar sempre ao meu lado,
pela força da natureza.

Nós, filhos dos ventos, das estrelas e da Lua Cheia,
pedimos à senhora que esteja sempre ao nosso lado;

Pela figa, pela estrela de cinco pontas;
Pelos cristais que hão de brilhar
sempre em nossas vidas.

E que os inimigos nunca nos enxerguem,
como a noite escura, sem estrelas e sem luar

A Tsara é o descanso do dia a dia,
A Tsara é a nossa tenda.

Santa Sarah, me Abençoe;
Santa Sarah, me acompanhe,
Santa Sarah, ilumine a minha Tsara,
para que a todos que batam à minha porta
eu tenha sempre uma palavra de amor e de carinho.

Santa Sarah,
que eu nunca seja uma pessoa orgulhosa,
que eu seja sempre a mesma pessoa humilde.


Farol do meu caminho!
Facho de Luz! Paz! Manto protetor! Suave conforto! Amor!
Hino de alegria! Abertura dos meus caminhos! Harmonia!
Livra-me dos cortes! Afasta-me das perdas! Dai-me a sorte!
Faz da minha vida um hino de alegria!
E aos teus pés me coloco, minha Sara,
Minha Virgem Cigana!
Toma-me como oferenda e faz de mim, flor profana,
o mais puro lírio que orna e traz bons presságios à Tenda.
Salve! Salve! Salve!
   (Cigana Mirian Stanescom)


Santa Sara Kali

Santa Sara Kali, a cigana escrava que venceu os mares com sua fé.
Conta a lenda que Maria Madalena, Maria Jacobé, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sara, uma cigana escrava, foram atirados ao mar, numa barca sem remos e sem previsões.
Desesperadas, as três Marias puseram-se a orar e a chorar. Até então, Sara retira seu diklô (lenço) da cabeça, chama por Kristesko (Jesus Cristo) e promete que se todos se salvassem, ela seria escrava de Jesus, e jamais andaria com a cabeça descoberta em sinal de respeito. Milagrosamente, a barca sem rumo, atravessou o oceano e aportou com todos salvos em Petit- Rhône, hoje a tão querida Saintes-Maries-de-La-Mer, no Sul da França. Sara cumpriu a promessa até o final dos seus dias.
Suas histórias e milagres a fez Padroeira Universal do povo cigano, sendo festejada todos os anos nos dias 24 e 25 de maio. Segundo o livro oráculo "Lilá Romai Cartas Ciganas" (o único escrito por uma cigana), de Miriam Stanescon, deve ter nascido deste gesto de Sara Kali, a tradição de toda mulher cigana casada, usar um lenço, tornando a peça mais importante do seu vestuário. Quando se quer oferecer o mais belo presente a uma cigana, se diz: - Dalto chucar diklô, (Te darei um lindo lenço). Além de trazer saúde, prosperidade, Sara Kali é cultuada também pelas ciganas por ajudá-las diante da dificuldade de engravidar. Muitas que não conseguiam ter filhos, fazim promessas, no sentido de que, se concebessem, iriam à cripta da Santa, em Saintes-Maries-de-La-Mer, fariam uma noite de vigília e depositariam aos seus pés como oferenda, um lenço, o mais bonito que encontrassem. E lá, existem centenas de lenços, como prova que muitas mulheres receberam essa graça.
Para as mulheres ciganas, o milagre mais importante da vida, é o da fertilidade. Quanto mais filhos a mulher cigana tiver, mais dotada de sorte ela é considerada pelo seu povo. A pior praga para uma mulher cigana é desejar que ela não tenha filhos.Talvez seja esse o motivo das mulheres terem desenvolvido a arte de simpatias e garrafadas milagrosas para fertilidade.
Outra lenda diz, que Sara Kali, as três Marias e José Arimatéria, teriam fugido numa pequena barca, transportando o Santo Graal (o cálice sagrado), que seria levado para um mosteiro da antiga Bretanha. A barca teria perdido o rumo durante o trajeto e atracado no porto de Camargue, às margen do Mediterrâneo, que ficou conhecido como Saintes-Maries-de-La-Mer, transformado num grande local de concentração cigana.
O seu dia é comemorado e reverenciado através de uma longa noite de vigília e oração pelos ciganos espalhados no mundo inteiro, com candeias de luzes azuis, flores e vestes coloridas, muita música e muita dança. Cujo simbolismo religioso representa o processo de purificação e renovação da natureza e do eterno "retorno dos tempos". 
 Link do texto:



Orações fontes:


2)Ana da Cigana Natasha - Edileuza da Cigana Nazira
Oração publicada no livro "Mistérios do Povo Cigano"
- Editora Pallas , pág. VII, 3ª Edição/1998 - Rio de Janeiro/RJ.

http://www.espiritogitano.net/oracoes.htm


 Meu Blog:
http://danysempre.blogspot.com.br/

Meu canal de Youtube:
https://www.youtube.com/user/JaneteSalesDany

Minha Fanpage:
https://www.facebook.com/JaneteSalesDany?ref=tn_tnmn

Meu perfil no Recanto das letras
 http://www.recantodasletras.com.br/autores/janetesales

Gostaria muito da sua visita em uma publicação de uma poesia minha com mais de 6.000 visualizações, entre neste link:
http://danysempre.blogspot.com/2013/11/carta-saudosa-de-uma-mae-no-asilo-para.html

2 comentários:

  1. Oi Janete

    Linda a oração! Creio ser a fé o maior poder do homem, talvez o único.

    Comovente e emocionante a história de Santa Sara.

    Parabéns pelo post tão lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Van!

      Que maravilha um comentário seu querida amiga!

      Estas orações nos enchem de paz, fé e amor!

      Sim, é muito comovente a história de Santa Sara, eu adorei fazer este post...cada vez mais eu me encanto com o Povo Cigano!

      Obrigada pela linda presença iluminada querida amiga!
      Beijos

      Excluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...