7 de set de 2014

PERTO – Dueto “ Marina da paz e Janete Sales Dany”


Esta estrela a me anunciar.

Avisa-me que está por perto...

A me apontar. 
 Marina


Através dela eu sigo em frente.

Jamais me esqueço da minha gente

Nascemos da mais bela semente  
Janete


Este luar a me engravidar.

Avisa-me que está por perto...

A me recriar.  
Marina


Atrás dele vejo a nossa vida

Esta claridade é uma acolhida

Cura para a nossa ferida.  
Janete

 


Esta música a me envolver.

Avisa-me que está por perto...

A me rondar. 
 Marina


Ouço e sei entender...

O que pode acontecer

Se o amor se encontrar.  
Janete


Esta dança a me contagiar.

Avisa-me que está por perto...

A me relembrar.  
Marina


Rodopio em exultação

Nas batidas do coração...

Olhos a lacrimejar.  
Janete


Este cachimbo a me enfumaçar.

Avisa-me que está por perto...

A me desbaratar. 
Marina


Uma força além do que vemos

Só o sentido é o que nós temos

Intuição a nos falar.  
Janete


Este olhar a me roçar.

Avisa-me que está por perto...

A me perscrutar.  
Marina


Perto e esperado sempre

Surge e fica na minha mente...

A me levar.   
Janete


Este abraço a me envolver.

Dá a certeza de que está por perto...

A me ajudar. 
Marina


Assim eu posso compreender

O caminho nunca esteve incerto...

Caem as lágrimas só de pensar.  
Janete


Ah, Povo cigano, tão querido!

Sabe o valor da palavra.

 Orienta. Amigo.

Reconheço-os.

Sinto-os como meu abrigo.

Presente que se faz Presente, sempre comigo!

Marina


Ah, Povo Cigano, tão amado!

Confiança é o que mais me dá.

É firme. Companheiro.

Vejo-os.

É a certeza do bem no mundo inteiro.

Futuro certeiro, tudo avisto através do nevoeiro.

Janete


Sou sangue e sou alma. 

Lenço, fogueira e estrada. Fé, Trabalho e Educação.

Sou tsara, bandeira e nação.

À Mãe Sara, contrita, peço a luz da benção.

Marina


Sou sangue e sou alma.

Energia, amor e calma. Esperança, labuta e lição.

A liberdade é a casa; extensão do coração.

À mãe Sara, peço que me mostre à direção.

Janete   
Optchá!
 Marina da paz e Janete Sales Dany
Um dueto que fiz com Marina da Paz,
A estreia dela aqui no CANTO CIGANO

5 comentários:

  1. Querida Janete, ficou gracioso nosso dueto!
    Grata pela parceria poética e pela amizade.
    Beijos. Marina da Paz
    Optchá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite querida Marina da Paz!
      Ficou sim, amei!
      Eu que agradeço a honra de fazer parte da estrada poética de alguém que eu tanto admiro e gosto!
      Muito feliz estou
      Uma noite de paz
      Optchá
      Beijos

      Excluir
  2. Queridas Marina da Paz e Janete,um prazer imenso ler este magnifico trabalho, parabéns ás duas notáveis poetisas, um grande beijo MIL. Optchá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite querida amiga Iraci!

      Obrigada pela linda presença...

      Muito feliz de tê-la por aqui, mil abraços!

      Agradeço de coração

      Beijos

      Optchá

      Excluir
    2. Querida Gitana Amiga, Maria Iraci!

      Feliz com a tua sempre doce presença!

      bjs MIL! Optchá!

      Marina da Paz

      Excluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...