11 de out de 2014

CRIANÇA



MARINA DA PAZ 
CRIANÇA


Um dia, corri livre.
De perto dos meus saí, para o mundo.
Um dia acordei livre.
Próxima aos meus, segui rumo ao Tudo.

Um dia almejei ser... Tive fé na Liberdade.
Acreditei no Respeito. Construí realidade.
Um dia sonhei... No interior não existiam mais:
Diferenças, dessemelhanças, nem falsas importâncias.

E os meus, crescidos. Disto sabiam.
Já florescidos, dançavam e cantavam.
De amar eram capazes. Até encantavam...
E a parte das nossas almas, adulta com verniz,
Em intimidade é conectada, una e feliz...

Despertamos sendo...
Continuaremos, Esperança.
Sempre que preciso
e por mais uma vez...

Criança. 

 

 Música: Now we are free - Choral Hebraico Índigo.

3 comentários:

  1. Boa tarde querida Marcia!

    Belo poema em homenagem as crianças!

    Belas reflexões, muito bonito amiga...

    E a música também!
    Amei o vídeo...

    Um dia de paz

    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Cigana!
    Vc e eu adoramos esta música, não é mesmo?
    Aqui, com a poesia à liberdade de ser criança a qualquer tempo, o vídeo dos índigos e o cantor que encerra esta belíssima apresentação, falo da herança que devemos viver e exemplificar...O Amor.
    Como meu querido lembrou a última frase do filme:
    "O que fazemos ecoa por toda eternidade"...
    Bjks em ecos amorosos. Feliz Dia das Crianças!

    ResponderExcluir
  3. Sem diferenças, sem distorções, sem hierarquias desnecessárias...
    O Amor é inclusivo...

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...