4 de nov de 2014

PARA ARLETE PIEDADE LOURO



A Andei por cá a vasculhar minha amiga
R Revolvi todos os poemas escritos
L Lembrando neles os mil amigos
E E não encontrei nada que a ti me liga
T Talvez… Se fizesse um poema
E E tu, minha amiga fosse o tema?


A Aprendi contigo tanta coisa linda
R Recordo-me dos poemas e poesias
L Lindas e escritas por ti e as alegrias…
E Elas me davam e me dão ainda querida
T Tu nem imaginas minha amiga a satisfação
E E a ideia de duetos… E a tua perfeição

A Ao escrever-te este acróstico pertinente
R Recorro a minha cansada memória
L Lembro-me de muito, mas com angustia
E Estou certo que esquecei de importante,
T Talvez das melhores, parte da nossa amizade
E Espero que me perdoes, não é verdade?

Praia, 04 de Novembro de 2014
João Furtado
http://joaopcfurtado.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...