17 de jan de 2015

DA TERRA SOU E SOU EMIGRANTE - Meu terceiro RONDEL

DA TERRA SOU E SOU EMIGRANTE

Da terra sou e sou emigrante 
E volto e espero recepção       
Na mala saudade gigante       
Que aperto está no coração     

A minha badia com razão      
Está certamente carente         
Da terra sou e sou emigrante 
E volto e espero recepção      

Levei sonhos volto pedinte    
Única riqueza é a atenção      
E a fé de que sou tanto crente
Apenas nada, nem pensão     
Da terra sou e sou emigrante...

João Pereira Correia Furtado

Praia, 17 de Janeiro de 2015
http://joaopcfurtado.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...