10 de mar de 2011

Saudade...



Onde está você agora, além de aqui, dentro de mim?
Além de povoar meus pensamentos e sonhos?
Além de tocar meu corpo, suado colado ao teu que esmaga o meu...
Quero viver de você, te deitar na relva me encher de você.
E de gozo enlouquecer, gritar pra lua, pra rua que sou tua...



Em verso, prosa e delírio, como água do rio...
Tiro a roupa diante de teus olhos, me afaga, me toca, acaricia, beija minha boca, suga meus seios.
Possuí-me, invade-me, penetra, antes com o olhar, que queima a pele e provoca arrepios.
Vem em minha direção, sinto teu cheiro...
Olhos nos olhos, segura-me pela nuca, enfia os dedos nos meus cabelos, puxa para trás e apodera-se de minha boca.
Me segura pela cintura num impulso encaixa-me no teu corpo viril, na dança do meu quadril,
Você se desfaz em gozo gentil...
Sempre tua...
...Amor meu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...