2 de ago de 2011

O FALCÃO DE JADE



Como sempre, minha surpreendente e maravilhosa amiga MJ Falcão produz mais uma postagem deslumbrante, dessa vez comentando sobre a lindíssima canção "People", interpretada por Barbra Streisand.Não me atreveria a alterar uma vírgula em seus comentários, por isso, transcrevo aqui suas considerações na íntegra. Mesmo assim, não percam a oportunidade de visitar não só este post como seu lindo blog. Não se arrependerão!
PELA UTOPIA, SEMPRE!

http://falcaodejade.blogspot.com/2011/08/todos-precisamos-dos-outros-barbra.html#comment-form

Todos precisamos dos outros: Barbra Streisand canta "People"






No concerto que ouvi ontem, Barbra Streisand cantou a canção “People”. Deixo o video e a letra, porque é bonita.

People,





People who need people,


Are the luckiest people in the world


We're children, needing other children


And yet letting a grown-up pride


Hide all the need inside


Acting more like children than children


Lovers are very special people


They're the luckiest people in the world


With one person one very special person


A feeling deep in your soul


But first be a person who needs people


People who need people


Are the luckiest people in the world


With one person one very special person


No more hunger and thirst


But first be a person who needs people


People who need people


Are the luckiest people in the world...
(Bob Merrill / Jules Styne)


Entre outras coisas bem interessantes dum espectáculo musical bem feito, Barbra Streisand lembrou uma frase do escritor William Saroyan.

Dizia ele: "Estás vivo. Então vive!"

E aconselhava-nos a olhar o que estava em redor e era belo, e era bom...e simplesmente amar a vida, dando-lhe um sentido qualquer.




O que nem sempre é simples, nem evidente. Existe a dificuldade de viver, le mal de vivre, de que falou tão bem Barbara, outra voz maravilhosa.




Mal que é inconsciente e involuntário.




E que faz doer...




Mas uma vez que estás vivo, aguenta e vive!




Tenta aprender a rir, mesmo quando a vida dói.
Amar a vida que se vive, já que estamos vivos. E temos essa sorte.

Apreciar um pôr do sol, um arco-íris, a noite que chega, a lua, o mar. Ter amigos. Brincar.

Gostar mesmo quando o tempo está quente de mais, ou se faz frio, se predomina a cor verde ou azul, ou vermelho ou amarelo, tanto faz. 



Viver!

Amar uma pessoa em especial, diz a canção, e sentir-se inteiro em vez de metade, sem ter fome ou sede nunca mais...”
Sim, claro.

Mas antes de tudo o mais “ser uma pessoa que precisa das outras pessoas... 
uma criança que precisa das outras crianças...”
os meus amigos Tal, Yuval e Gal



Alguém que ama os outros, que precisa de toda a gente (toda a gente é talvez exagero...) porque quem ama o outro "e precisa do outro é a pessoa mais feliz, e a que tem mais sorte, no mundo"!

Não são só os desgraçados que morrem de fome, os que padecem de tantos males, que são infelizes, pobres ... que precisam dos outros.




Nós precisamos uns dos outros...



"But first be a person who needs people


People who need people


Are the luckiest people in the world"
Eu cá acredito nisso! Abaixo os maus sentimentos, o ódio, os ressentimentos. Todos precisamos dos outros...


Vamos aceitar esta coisa de "precisar" do próximo!


2 comentários:

  1. Querido amigo, adorei!
    Obrigado por compartilhar Algo tão lindo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela atenção, Amigo!
    o falcão

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...