19 de ago de 2011

Quando...by Dany

Quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace.

Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste.

Quando eu estiver fogo
Simplesmente se encaixe.

E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce.

Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate
de dentro de ti...

Nando Reis

3 comentários:

  1. Olá Dany !!!

    Belíssima escolha para compartilhar aqui conosco, esta letra é maravilhosa demais ! Uma verdadeira poesia, me identifico muito com ela !
    Obrigada por embelezar minha noite com esta postagem !

    Abraços e um excelente fim de semana !

    ResponderExcluir
  2. Olá Samanta!
    Poesia pura, também adoro!
    E fico muito satisfeita que tenha gostado!
    Muito obrigado!

    Um ótimo fim de semana,
    abraços querida!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado por sua presença Sam;

    nossa Amiga Dany realmente floreou nosso dia com mais esta poesia do Nando.

    É delicioso quando temos nossas identidades versadas e cantadas por terceiros, pois com isso, entendemos que não somos os únicos em determinados sentimentos...

    Um grande beijo e muita luz!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...