20 de ago de 2011

Viver ou juntar dinheiro? By Dany


Li em uma revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. 
Aprendi, por exemplo, que se tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, nos últimos quarenta anos, teria economizado 30mil reais. Se tivesse deixado de comer uma pizza por mês, 12 mil reais. E assim por diante.

Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas. Para minha surpresa, descobri que hoje poderia estar milionário. 
Bastaria não ter tomado as caipirinhas que tomei, não ter feito muitas viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei.
Principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em itens supérfluos e descartáveis.



Ao concluir os cálculos, percebi que hoje poderia ter quase 500 mil reais na minha conta bancária. É claro que não tenho este dinheiro.
Mas, se tivesse, sabe o que este dinheiro me permitiria fazer? Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar em itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que quisesse e tomar cafezinhos à vontade.

Por isso, me sinto muito feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro por prazer e com prazer. E recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que fiz. 

Caso contrário, chegarão aos 61 anos com uma montanha de dinheiro, mas sem ter vivido a vida.

Quer um cafezinho?"

http://www.lacinhosdepoa.com/2011/03/viver-ou-juntar-dinheiro.html

2 comentários:

  1. Saudações!
    Amigo CIGANO:
    O texto nos permite refletir um pouco... Uma das variáveis que se sabe é que a ninguém foi reservada a chave de ouro da caixa forte intocável da fortuna. Outro problema é que pesa um pouco precisar enfrentar uma velhice sem reservas financeiras. Bem, acho que cada um deve fazer como achar melhor. Sendo assim, convido você e os amigos para um cafezinho e nada de ficar torrando a paciência com as incertezas do amanhã.

    Parabéns por mais um excelente Post!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  2. Certíssimo Amigo;

    Diante de tantas incertezas em nossas vidas se torna muito difícil encontrarmos o equilíbrio, a medida exata...

    Sou um péssimo conselheiro neste campo, já que vivi minha vida de forma muito peculiar e não indicável para muitos, pois na grande maioria das vezes estes se arrependeriam.

    Se me arrependo? Talvez de algumas coisas... Mas por incrível que pareça seria capaz de repetí-las... Coisas de um louco...

    Obrigado pela grandeza de sua participação Lison e guarde meu cafezinho para breve... Um abração!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...