13 de out de 2011

Lamentável prazer...By Dany

O que há por detrás de uma mente
que se delicia com o sofrimento de um animal?
Divertir-se com um ato cruel? 
Quem o faz, não deve mesmo se colocar no lugar!
Que prazer sordido é este? Quem seria o ANIMAL? 

Até quando vamos assistir "maltratos em vez de proteção"?

Dany


Rinha de Galo
“É lamentável que, em pleno século XXI, indivíduos ainda se deleitem em estimular lutas sangrentas, cruéis e dolorosas em animais, para seu lamentável prazer”
Apesar de uma certa agressividade natural dos galos, as lutas ocorrem porque eles são estimulados a isso!
O treinador segura o galo pelas asas, joga-o para cima e deixa-o cair no chão para fortalecer suas pernas. Outro exercício consiste em empurrar a ave pelo pescoço, fazendo-a girar em círculo, como um pião. Para aumentar sua resistência, o animal é banhado em água fria e colocado ao sol até abrir o bico, de cansaço. Nas brigas, os galos usam esporas postiças de metal e bico de prata (que serve para machucar mais ou substituir o bico já perdido em luta).

http://www.conjur.com.br/2010-jan-28/mpf-opina-fim-brigas-galo-pernambuco


  Vaquejada
Nas vaquejadas dois vaqueiros correm a galope, cercando um animal que foge, tendo sua cauda tracionada e torcida para que caia no chão, o que lhe causa fraturas, rompimento de órgãos internos, traumatismos em várias partes do corpo e comprometimento da medula espinhal. 
Sua cauda, muitas vezes, é arrancada.
Apontada como sendo uma manifestação da cultura popular por seus defensores, a vaquejada modernamente se encaixa muito mais enquanto uma indústria institucionalizada relacionada à tortura, a dor e a outros crimes ambientais e ações inconstitucionais.


http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2009/05/446259.shtml


 Rinha de cães
Os dois cães são colocados para começar a briga. A luta desses cães só acaba quando por acaso o dono do cão desiste. Porém nesses combates tem um tipo de luta chamada “Till Death Us Part” (Significa até que a morte nos separe). Ou seja, a luta acaba quando um dos cães morrem. Na verdade o Cão de Rinha não deixa de ser um cão comum, mas foi ‘treinado pra lutar sendo estimulado’ desde pequeno, para lutar com outro cão, é claro que um cão não tem escolha; somente aprendeu o que o dono ensina. Não adianta culpar o cão pelas atitudes do homem significa o mesmo que ser condenado à prisão, como uma arma sendo usada em um crime.
 
http://osanimais.org/rinhas-i-caes/


Puxadas de cavalos
Puxadas de Cavalos consistem numa prática de diversão cruel. São competições entre parelhas de cavalos, em que dois animais são postos a puxar cargas de peso elevado, cada vez maior...


Começam com 850 kg, logo chegam em uma tonelada e meia, e tentam mais ainda... Detalhe: não há CARRO, não há RODA, tudo sendo arrastado contra o atrito do solo, sob gritos e toques dos proprietários dos animais.


 Touradas
Tourada.. é tipo .. Um Homem , enfiando espadas em toda a parte do corpo do touro ; Até matá-lo . 
A tourada é um espetáculo tradicional de Portugal, Espanha e França, bem comum de alguns países da América Latina: México, Colômbia, Peru, Venezuela e Guatemala. O essencial do espetáculo consiste na lide de touros bravos através de técnicas conhecidas como arte tauromáquica. 


 Eu Fico na Torcida pelo Touro!

http://viihborille.webnode.pt/news/tourada


Crueldade Atrás do Riso
Enquanto algumas crianças sonham em visitar um circo, é provável que muitos animais forçados a se apresentar sonham em escapar. O colorido alegórico esconde o fato de que os animais usados nos circos são meros cativos forçados a uma atração não natural e freqüentemente submetidos a atos dolorosos. Os circos perderiam rapidamente sua popularidade se os detalhes do tratamento dos animais fossem amplamente divulgados.

O reluzir dos espetáculos circenses contrasta com o que fazem os circos: tornar miserável a vida desses animais. Por natureza os animais não montam em bicicletas, nem saltam através de anéis de fogo. Se o fazem, é a poder de chicotes, de agulhas que dão choques e de outras ferramentas usadas para forçá-los a executar tais proezas.
http://www.apasfa.org/peti/circos/circos.html

Proteção-Animais

2 comentários:

  1. Sinto uma revolta tão grande com estas barbaridades que não consigo conter as lágrimas. Há dias um toureiro foi ferido pelo touro em Espanha e não consegui ter pena dele... sei que estou a ser má mas vão ali cortar orelhas cortar cauda, massacram o pobre animal... Bárbaros!
    Quando será que a humanidade deixa de se divertir com o sofrimento?
    Beijinhos, querida Dany
    Moçoila

    ResponderExcluir
  2. Boa noite moçoila, cruel demais...
    Por mais que nós fiquemos indignamos o mal que já fizeram, não tem volta foi feito,
    e agora neste instante, não estará acontecendo em vários lugares este tipo de crueldade?
    Não tem fim isto tudo, o homem parece não evoluir nunca!
    Obrigada pelo comentário minha querida!
    Beijos
    Dany

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...