17 de dez de 2011

Hora de amar...by Dany


Encoste-se em mim eu quero sentir o seu calor
Dê-me um afago gostoso; 
ah, eu desejo tanto este amor!
Aquece–me novamente daquele seu jeito
Aperta-me contra você, contra o seu peito
Preenche-me inteira, me invade de qualquer jeito
Penetra-me os meus poros com o seu suor
e lá dentro sentirás como eu estou
Não sinta pena mesmo que isto me cause dor!



Possui-me, amarra-me; seduz-me e me faz gritar
E se eu gemer suplicar não ligue, 
continue a me maltratar
Pela minha voz perceberá o que se passa comigo
Não saia de mim, porque neste instante 
eu sou o seu abrigo!

Pele com pele, boca com boca; tudo se encaixando!
Nós dois agora num só corpo,
o amor é tanto que está transbordando
Instante que deixamos de existir, 
hora de amar; hora de sentir!

Estaremos tão longe por alguns instantes, 
bem longe de tudo
Hora que se esquece da vida; se esquece o mundo
Segundos de total êxtase, não dá para explicar
Um momento de muita entrega;
é hora de amar, hora de receber...
hora de se dar!

Dany 


2 comentários:

  1. Poema intenso, cheio de sensualidade. Um tempero para a vida!
    Um abraço!
    www.revoltaeromance.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Bia Hain!

    O amor em versos...
    Sentimentos que fluem do nosso coração,
    uma entrega mútua não pode haver nada melhor!

    Querida amiga,
    você me deixou muito feliz,
    é muito bom saber que você apreciou os meus versos, a opinião dos amigos é sempre muito importante!

    Lhe agradeço a visita ao Canto Cigano!
    Muito obrigado por este comentário agradável!

    Um grande abraço

    Dany

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...