16 de nov de 2012

Sobre sonhos e realizações... by Van






Todos os meus sonhos se realizam, aliás todos os sonhos se realizam.
Achou um exagero? Vou tentar me explicar.

Sonhos e milagres ficam distantes ou inatingíveis porque criamos para eles uma expectativa  irreal ou não os desejamos de verdade. 
Imaginamos que um sonho, ao se realizar, transformará nossa vida radicalmente para melhor, e, um "milagre", se nos acontecer ou ao nosso redor, se verá o céu ou o mar abrir, surgirá uma luz radiante ou um anjo fulgurante diante de nós.

Acontece que milagres são sutis, só tem olhos para eles os que possuem grande fé, não se ouve nenhum sino, nem vozes ou fenômenos físicos quando eles acontecem e, sonhos quando realizados, abrem as portas para inúmeros outros desejos, outros sonhos, tudo continua igual, ou seja, faltando algo sempre.

Quando sonhamos, imaginamos que ao realizarmos seremos felizes, o sonho nos parece ser tudo que precisamos. Mas a natureza humana é insatisfeita, é de busca, de desejos e inquietações. Quando um sonho vira realidade ele não muda a nossa natureza irrequieta e insatisfeita, permanecem em nós os desejos, as angústias. Um se realiza e nós já estamos sonhando e desejando inúmeras outros mais, isso é o que nos impulsiona e o que por vezes nos dificulta ver os sonhos realizados. A idéia que fazemos de como ele deveria acontecer e a ânsia de sonhar e desejar, nos turva a visão para ver aquilo que conquistamos. Isto quando se trata de sonhos que se deseja realizar. Porque existe uma outra categoria de sonhos, que são os sonhos não realizáveis. Sabem porque, não o são? Porque não desejamos de verdade que eles se realizem. Mas como? Não desejamos ganhar na loteria por exemplo? Não desejamos ter um bom emprego, ficarmos curados de uma doença, etc.? Infelizmente com muitos desses desejos que nos parecem tão óbvios, apenas nos enganamos dizendo a nós mesmos que desejamos. 

Psicanalistas e outros profissionais da área da psicologia, saberiam melhor explicar isto, a natureza humana do boicote, da auto-sabotagem, do querer sem desejar, do sonhar sem permitir que realize. Isto é inconsciente, pessoas se debatem achando que desejam, mas todo seu movimento de vida é contra o seu desejo, de maneira inconsciente trabalham incessantemente para afastar de si a possibilidade de realizar o sonho, por ter se acostumado à vida que já conhece. 

 A realização de sonhos e de milagres pode alterar a nossa realidade totalmente, e isto nos assusta, escolhemos inconscientemente a falta que já é conhecida, e com isto permanecemos nela. 

Os sonhos que não estão nesta categoria, se realizam. Lembro-me de todos os meus sonhos realizáveis, com detalhes, vejo também a realização deles, nem sempre me trazendo aquilo que imaginei de mudança em minha vida, mas estão lá realizadinhos, porque eu um dia desejei-os com a vontade real, não a disfarçada, e só por isto o universo retornou minhas vibrações de desejos e movimentos de conquista, em forma de realização.

Um dia Jesus chegou a um poço em Jerusalém chamado Betesda,  que era considerado milagroso. A necessidade do povo daquela época era muito grande, haviam inúmeros sofrimentos e males sem recursos, esta  necessidade era proporcional ao tamanho da fé daquela gente, acreditavam que o doente que fosse o primeiro a alcançar as ondas que às vezes subiam do poço que se agitava inexplicavelmente, ficaria curado. Aconteceu que havia em meio à multidão neste poço, um paralítico que esperava a oportunidade de banhar-se na primeira onda havia 38 anos. Este homem contou a Jesus que, ao surgir da onda não tinha quem o transportasse até ela e outros se apressavam à sua frente e a alcançavam primeiro, por isto estava ali a tantos anos. Ao ouvir isto Jesus fez-lhe a pergunta aparentemente mais idiota que se podia fazer: _ Você quer ser curado?
Porque perguntar isto a um homem que estava a 38 anos naquele local alimentando a esperança de cura?
Jesus perguntou isto porque conhecia a natureza dos desejos e sonhos, esta que falei acima, Ele sabia que existem dois tipos de sonhos e quis que o homem entrasse em contato com a natureza do seu desejo, sendo ela real o milagre se daria ou o sonho se realizaria. E o sonho daquele homem se realizou, ele levantou-se, tomou seu leito e foi embora caminhando, o sonho dele era de realizar o desejo, e não só, de sonhar com ele.

Texto postado originalmente no blog Retalhos do que sou, em 17/05/2011.

"O homem é um ser ansioso pela felicidade; no entanto, não a suporta por muito tempo".  Herman Hesse


Van



4 comentários:

  1. Verdade Van!

    Texto reflexivo e maravilhoso!

    Acredito que o pensamento
    é que faz o homem!
    Se ele pensa limitado,
    limitado está!
    Se ele tem pensamentos de luz,
    acaba por iluminar a si próprio!
    E as pessoas que estão ao redor
    dele também se iluminam!

    Ás vezes o medo da felicidade
    esta na desculpa:
    "Eu não posso"!

    Obrigado amiga este post
    vai servir muito bem
    para um momento que estou
    vivendo agora!
    Lhe agradeço
    por iluminar a minha mente!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Querida Janete

    Às vezes somos portadores, condutores de luz que não é propriamente nossa, é o brilho da luz que habita os que são despertados por uma reflexão, os que são capazes de encontrar em si mesmos várias respostas.

    Sua mente foi iluminada por sua luz!

    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  3. Oi, Van! Nossa, que texto! Eu não havia lido ainda. Concordo plenamente com a questão da auto-sabotagem e até já pensei em escrever sobre o assunto. Difícil mesmo querer, desejar, mas agir de forma contrária porque o medo é maior do que o desejo. E com isso se perdem chances maravilhosas de viver coisas fantásticas.
    Também já realizei sonhos e também muitas vezes não produziram os efeitos que eu esperava. Milagres já vivi alguns e tenho certeza da presença de Deus.
    Confesso que ando com um tantinho de medo de sonhar, mas sei que isso não é saudável.
    Um abraço, ótima semana!

    ResponderExcluir
  4. Oi Bia

    Nos acostumamos a tudo até mesmo ás faltas, este é o risco.

    Escreve, Bia, os temas quando desenvolvidos por você ganham um brilho intenso, sua arte escrita é encantadora, tens o dom de expor tão sensivelmente, tão profundamente e claramente suas ideias que é fascinante ler seus textos.

    Ah! E lute contra o medo.

    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...