14 de set de 2014

ANDALUZES II



Marina da Paz


Poetas, uns inspiram aos outros.
Inspiração à minha alma, Gipsy!
Ciganos, uns inspirarão aos outros.
Arroubos etéreos; Chamam-nos de loucos!

Nem doença, nem morte...Doçura e muita sorte. Na lida.
Magia, paixão poesia, alegria. Correntes? De Luz!
Princípio: Amor Compartilhado. Cascatas de Vida!
A quem vive o profundo amor ao nosso povo: Arriba!

Irmãs e irmãos de trilha, de estrada, de caminhada e de Fonte.
Digo não às superstições, acredito em lições. Vício, não. Virtude.
Cigana andaluz, transpôs barreiras, encontrou potes de ouro.
Caminho. Rota segura. Estrada madura, ao ser com o outro.

Poetas, uns abraçam com paixão aos outros.
Compaixão. Inspiração à nossa alma, Gipsy!
Ciganos, uns ampararão com paixão aos outros.
Arroubos etéreos; Chamam-nos de  loucos...

Andamos em luzes.
Luzes fazem-nos andar.
Escutamos e deslizamos em luzes.
Luz para o seu caminhar!

Andaluzes.


Um comentário:



  1. Boa tarde querida Marina da Paz!

    Este ANDALUZES II ficou mais belo ainda...

    Uma mensagem de companheirismo, fé na vida e amor ao próximo...

    Sejamos o exemplo sempre, o belo da vida é isto...

    Viver de um modo que não é preciso dizer nada...nossas atitudes nos revelam!

    E que belo é o exemplo do Povo Cigano, irmãos na mesma estrada,

    a liberdade e o respeito sempre constantes!

    Belíssimo poema, meus parabéns!

    E termino com um parte de um comentário que você deixou para mim no outro ANDALUZES!

    Mira: ciganos que andam em luz!

    Bjs de luz! Arriba gitana! Optchá!

    De sua amiga gitana andaluz!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...