11 de out de 2014

O MEU VÍCIO E O MEU PECADO É VOCÊ!

 

Você é meu, julgo, único vício
Imagino você, amor, noite e dia
Com a sua bela fotografia
Imensamente eu me recreio
O meu Vício e o meu pecado é você!



Você recorda quando na ilha
Inventei aquela história de humor
Como você riu alegre meu amor
Inspirei na chuva que molhava a folha
Outro vício meu, o vício de contar história!

Vício é vício e não há como deixar
Inda ando com a tua fotografia pequena
Como ficou branco, que enorme pena
Imagino seu rosto lindo e meu desejo de amar
O meu maior vício, amar você, meu amor

Viciei-me, foi por acaso este vício
Infeliz e sem nada para fazer e sem alegria
Comecei a ver que ainda brincar podia
Idiota escolhi as letras… Como fui néscio
Outra coisa não faço senão escrever viciada mente!

Viciado por seu amor e minhas letras
Impassível tornei-me o pior dos poetas
Como nunca tive a arte, sou um dos patetas
Impetuoso, outro vício certamente, troco palavras
O seu corpo, meu maior vício, é tê-lo nos meus braços!

João Furtado
Praia, 09 de Outubro de 2014
http://joaopcfurtado.blogspot.com

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigado Poetisamiga, Cigana Maria da Paz!

      Excluir
  2. Parabéns querido poeta João!
    Um poema muito bonito, amei amigo!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu é que agradeço, espero que continu a gosta, minha poetisamiga Janete!

      Excluir
  3. Cigano João fico feliz que Vc agora também tenha a sua própria página no Canto Cigano.
    Desejo-te muito enlevo poético para preenchê-las.
    Visite a minha página quando quiser.
    Saudações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poetismiga, claro que irei.

      Um abraço,

      Excluir

Seu comentário é muito importante para o CANTO CIGANO.
Diga-nos o que achou desse post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...